As 3 melhores dicas de gestão de tempo para arquitetos

4bricks     15/01/2016       

Entre atender clientes, fazer projetos e cumprir prazos, o arquiteto muitas vezes se vê correndo contra o tempo para dar conta de tudo. Por esse motivo, entender melhor sobre a gestão de tempo para arquitetos pode ser algo bastante vantajoso! Dentre outros benefícios, gerenciar melhor o tempo reduz o estresse, diminui o retrabalho, te deixa com mais tempo livre, evita o desperdício de tempo e de esforço e te deixa com mais foco para fazer o que é realmente importante. Para dar conta de tudo sem estresse no seu dia a dia, fique por dentro das 3 melhores dicas de gestão de tempo para arquitetos!

As 3 melhores dicas de gestão de tempo para arquitetos

Limitar distrações

Você tem um prazo para cumprir e, portanto, um objetivo a ser alcançado. Mas no meio do caminho aparecem e-mails a serem respondidos, clientes pedindo informações nas redes sociais e alguns telefonemas a serem atendidos. O dia termina e você ainda não conseguiu se dedicar inteiramente ao projeto mais importante e urgente porque apareceram diversas tarefas menores. Para evitar esse tipo de situação, uma das técnicas de gestão de tempo para arquitetos é limitar as distrações. Uma das maneiras de fazer isso é usar a técnica Pomodoro, que consiste em trabalhar por blocos de tempo. Cada bloco possui 25 minutos, durante os quais você deve trabalhar em uma única tarefa, sem interrupções. Ao final dos 25 minutos, descanse por 5 minutos. A cada quatro pomodori, deve-se fazer uma pausa de 30 minutos.

Fazer lista de atividades prioritárias

Sabe aquela sensação boa de concluir uma atividade prevista e tirar ela de uma lista de afazeres? Pois essa é uma das dicas preciosas de gestão de tempo para arquitetos. Antes de começar o dia (ou a semana), liste de maneira coerente todas as atividades que devem ser realizadas, mesmo as pequenas. Assim que terminar, marque na lista como feita. Isso diminui as chances de distração e perda de foco.

Se você quer ser ainda mais eficiente, fazer uma lista de prioridades é o primeiro passo para gerenciar melhor o tempo. Pode ser que fazer essa lista consuma um pouco do seu tempo, mas acredite: ela é essencial para economizar seu tempo a médio e longo prazo. Em primeiro lugar, separe as tarefas urgentes, pois é importante dar conta delas antes de se dedicar a projetos que demandem mais atenção. Depois disso, faça a lista das demais atividades, qual o prazo para cada uma e quanto tempo levará para finalizá-las.

Controlar o tempo

Uma das dicas de gestão de tempo para arquitetos é conseguir ter um controle maior do seu tempo. Para isso, é preciso saber mais ou menos quanto tempo gasta em cada atividade. Dessa maneira, será mais fácil organizar a agenda do dia ou da semana, evitando estresse e desperdício de tempo. Fazer um registro de quanto gasta em cada atividade por uma semana pode ser bastante interessante. Pode ser feito em uma planilha ou mesmo no papel. Você deve anotar até quanto tempo gasta respondendo e-mails. Assim, vai ter um panorama interessante do que você realmente faz (e não do que pensa que faz).

Usar a gestão de tempo para arquitetos pode trazer inúmeros benefícios, pois a rotina de um arquiteto envolve diferentes tarefas ao mesmo tempo, o que pode resultar em estresse e perda de foco.

O artigo foi útil para você? Deixe o seu comentário!

Compartilhe isso