4 práticas para otimizar a sua gestão de obras

4bricks     12/04/2016       

Na construção civil, é fundamental que as obras sejam entregues de acordo com o planejamento e sem atrasos. Todos os engenheiros e/ou arquitetos devem gerenciar o projeto da maneira correta, o que permitirá benefícios como: a redução dos gastos, o aumento da produtividade e o cumprimento do planejamento de entrega.

A gestão de obras engloba diversas atividades, entre elas o gerenciamento de materiais e insumos, a supervisão dos empregados e a organização e o planejamento da obra. Você já aprendeu como fazer a gestão do seu tempo aqui no blog. Agora, vamos mostrar 4 práticas que permitem otimizar o gerenciamento de suas obras. Acompanhe!

4 práticas para otimizar a sua gestão de obras

1. Organizar todos os documentos

Infelizmente são poucos os responsáveis por projetos que possuem esse hábito. Antes de começar qualquer esboço de desenhos ou criação de projetos é necessário organizar e separar todos os documentos necessários. A gestão dos documentos de um canteiro deve ser considerada como um ponto crucial para a eficiência da obra. A incorreta organização e falta de preparo dos documentos pode comprometer atividades e dificultar a disposição de informações aos envolvidos.

Uma dica importante é categorizar os documentos de acordo com critérios previamente estipulados e prioridades a serem alcançadas. Isso melhora o fluxo das informações, facilita a revisão e diminui o tempo gasto com a documentação da obra.

A organização facilita não somente a gestão do projeto da obra, mas também o trabalho de todos os operários envolvidos, além de aumentar a produtividade no canteiro e facilitar o cumprimento das datas de entrega.

2. Definir o fluxo de materiais

Dentro da organização e da gestão do projeto, existe um detalhe que devemos destacar: o fluxo de materiais. Toda obra deve possuir um caminho a ser seguido por todo o insumo utilizado. Os responsáveis pela obra devem estipular o fluxo, ou seja, a área em que serão colocados todos os materiais e o trajeto a ser seguido dentro da obra. Todos estes pontos devem ser bem abordados, detalhados e descritos no projeto, para assim serem aplicados no canteiro e reduzir perdas e prejuízos.

A definição deste fluxo deve ser mostrada no projeto, e não ser decidida e orientada quando a obra se iniciar. É fundamental que o responsável dê atenção a isto, pois o fluxo bem definido na obra pode otimizar bastante todo o seu gerenciamento.

3. Gerenciar a equipe

Para que o projeto da obra fique bem organizado e mostre todos os detalhes para evitar erros futuros, é essencial que o responsável por ele esteja sempre presente na sua montagem. A supervisão dos funcionários diminui a barreira entre empregado e empregador, aumentando o espírito de equipe e possibilitando maior dedicação de todos ao projeto, o que traz inúmeros ganhos.

Supervisionar os funcionários corretamente é uma ótima forma de gerenciar a obra ou projeto, pois favorece também a solução de eventuais problemas que possam ocorrer, diminuindo as perdas e o tempo gasto.

4. Utilizar um software de gestão para as obras

Atualmente, existem diversas ferramentas que permitem que o usuário realize a gestão da obra e consiga melhor aproveitamento dos recursos, ganhos de produtividade e redução de desperdícios. A utilização de um software de gestão em um smartphone ou tablet permite a gestão de todas as fases da obra, gestão do projeto, acompanhamento das entregas de materiais e o gerenciamento de clientes e fornecedores.

A gestão do canteiro de obras por meio de software traz muitos benefícios. Com essa tecnologia, é possível reduzir os desperdícios e os gastos com mão de obra desnecessária, além de elevar a produtividade e favorecer o cumprimento dos prazos.

Sua obra utiliza alguma dessas 4 práticas que listamos? Quais foram os ganhos com sua utilização? Não deixe de comentar e compartilhar conosco os resultados que foram alcançados!

Compartilhe isso